23 agosto 2007

Som! 1, 2, 3! Som!

Não posso ouvir música, que o pézinho começa logo a bater discretamente e quando dou por mim estou a cantarolar, a fazer caretas e a abanar o tutuzinho. Normalmente por volta das 2.30h da manhã, sou uma fã incondicional de karaoke. Hoje foi mais cedo.
Aquela horinha depois de almoço, é a altura do dia, em que não sei o que me apetece fazer. Não sei o que é melhor, se dormir ou entregar-me à palhaçada pois, o trabalho nesta altura do ano é quase nenhum. Hoje, o sono era pouco portanto, a palhaçada pareceu-me o mais óbvio. Até porque as tropas também precisam de ser animadas.

Escritório em silêncio. Rádio Renascença no seu melhor (o rádio de ultima geração do trabalho só sintoniza este posto). E começou o espectáculo. A música escolhida pelo pouco público a assistir... Dia de Domingo da Gal Costa.
Devo dizer-vos que foi uma actuação sentida, embora o público não tenha estado muito receptivo. E enquanto o suor me escorria pelo rosto... a Carlota faz o seguinte comentário, entre um bocejo e outro:

"Esta música dá sono, não dá?"

UFFFFFAAA! Que este público está cada vez mais exigente...

2 comentários:

boudoin disse...

Quem te viu e ouviu no karaoke sabe que não dá para esquecer e muito menos dá sono!É só rir! Será que andas a perder qualidades?

PIRINELA disse...

Imagino a cantoria, e eu tao longe que nao deu para acionar o mega hiper, DUETO de caracois ;) e claro nao faltaria a nossa Carlota no seu melhor, é k tou msm a ver a cara dela a dizer esta musica da sono ;) beijo