28 agosto 2007

Hijo de Papi, Papito és.

O filho do meu vizinho, é espanhol, deve ter 3 anos e é terrivel, apesar do ar angelical.
Grita sempre que se aproxima da porta de casa. Chora e canta aos altos berros na casa de banho, onde o oiço perfeitamente, especialmente às 7h da manhã. Toca insistentemente à minha campaínha, sem nunca ouvir uma repreensão dos pais.
Hoje, quando entrou no prédio atirou-se para o chão e deslizou contra a minha porta, enquanto gritava qualquer coisa em espanhol. O pai teceu alegremente o seguinte comentário:

"És mesmo um indio, pá!"

Afinal, para quê ter um filho bem educado, que não incomoda os demais, quando podemos ter um indiozinho que nos enche o coraçãozinho de orgulho.

2 comentários:

PIRINELA disse...

Esse menino ainda continua, a dar cabo da tua cabeça. Pelos vistos nem vais ter sossego, o pai sente orgulho nesse miudo terrivel, que põe qualquer pessoa a beira de um ataque de nervos :)

Nocas disse...

Ai, ai, o Chavi ou lá como é que ele se chama...Tens de arranjar uma mini-babe, para brincar com esse mostrengo, pode ser que acalme!