31 maio 2007

É sempre, sempre, sempre em frente.

Não tenho andado muito bem. Talvez o tempo também tenha influência. Sentia-me esgotada, à deriva, sem quase nada para dar, nem vontade de o dar. Nada de novo acontecia. Cansei-me de estar acomodada. Casa, trabalho, as mesmas caras, os mesmos assuntos. Só queria gritar. Só queria gritar bem alto, no Guincho. Não foi necessário. Estou a preencher-me. Sem me aperceber, comecei a mudar o meu estilo de vida, a descobrir o que gosto mesmo de fazer. Estou muito mais tranquila e relaxada. Tenho novos projectos. Quero concretizar sonhos antigos e os novos já estão a fermentar. Tenho objectivos, tenho rumo. E principalmente, tenho muita vontade. Ainda não estou em "ponto de rebuçado" mas para lá, caminho.

"Muda de vida se tu não vives satisfeito, Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar, Muda de vida, não deves viver contrafeito, Muda de vida, se há vida em ti a latejar..." António Variações


E como latejava...

2 comentários:

JoJo disse...

You go girl!! ;)

nocas disse...

Assim é que eu gosto de te ver!!!!
Beijos nessa covinhas.